O primeiro passo para garantir a vaga dos sonhos é elaborar um bom currículo. Pensando nisso, o EAD Uniarp separou 8 dicas de como fazer um currículo de qualidade e ter sucesso nessa experiência.   

O currículo é o primeiro contato do candidato com a empresa, sendo determinante para seguir ou não no processo seletivo.  

Muitos profissionais acabam tendo suas candidaturas descartadas por problemas na apresentação do currículo  seja por excesso ou falta de informações.   

Cada recrutador analisa o currículo dos candidatos de uma forma diferente, sendo essencial conhecer o perfil da empresa na hora de produzir o documento.  

Os recrutadores analisam dezenas ou até mesmo centenas de currículos por dia. Dessa forma, além de apresentar suas experiências, o objetivo do currículo também é economizar tempo e otimizar esse processo.   

Por isso, é importante colocar apenas informações relevantes sobre sua vida profissional, identificando seus pontos fortes e diferenciais para se destacar entre os candidatos.   

Abaixo, explicamos mais sobre como fazer um bom currículo. Confira as dicas: 

como-fazer-um-curriculo - pessoa segurando currículo

1 - Economize nas informações pessoais 

Os dados pessoais devem ser as primeiras informações do currículo. Nome completo, idade, estado civil, endereço, cidade, telefone (celular e residencial) e e-mail são os dados essenciais. Não é necessário colocar informações como CEP, CPF ou nome do cônjuge.   

Além disso, não é preciso colocar foto no currículo, a não ser que seja requerido pela empresa.   

Se esse for o caso, procure por fotos bem iluminadas, em fundo neutro e que transpareça confiança e simpatia. Evite selfies, fotos em trajes de banho, em viagens ou festas. 

2 - Faça um resumo de suas principais qualificações 

Os recrutadores têm pouco tempo e muitos currículos para analisar. Dessa forma, fazer uma síntese de suas principais qualificações, logo após os dados pessoais, é uma boa estratégia.   

De maneira sucinta, faça um resumo das suas principais qualificações, descrevendo as áreas de atuação. Confira os exemplos:  

  • Jornalismo: produção de reportagens e notícias, revisão, edição, produção de programas de rádio e TV, assessoria de imprensa. 
  • Publicidade: análise de métricas de redes sociais, planejamento de conteúdo, atendimento ao cliente.   
  • Ciências da Computação: programação C++, conhecimento em Machine Learning, conhecimentos básicos em UNIty, Jvascript , HTML, SQL e Linux.  

Mesmo que sejam importantes, evite colocar uma lista muito extensa de qualificações, Selecione apenas aquelas que se relacionam com a empresa onde você concorre a uma vaga. 

3 - Fale sobre sua formação

Descreva de forma resumida seus cursos de graduação e pós-graduação. Organize os cursos do mais recente ao mais antigo. Informações como título do curso, instituição, local e duração são indispensáveis. 

Confira o exemplo:  

  • Especialização em Business Analytics – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Rio Grande do Sul) – 2015 (em curso) 
  • Graduação em Administração – Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (Santa Catarina) – 2011 – 2014 

4 - Detalhe suas experiências profissionais 

Essa é a parte mais importante do seu currículo, então reserve uma atenção especial.   

Nesse espaço, é preciso colocar suas experiências profissionais mais atuais e relevantes para a vaga. Sempre organize as experiências da mais recente para a mais antiga.   

Informações como nome da empresa, período em que trabalhou, cargo ocupado e uma breve descrição das suas atividades devem estar presentes.   

Confira o exemplo:  

Agência de Marketing Ltda. (2017-2020)  

Cargo: Redator   

Atividades:  

–       Produção de textos para redes sociais  

–       Produção de textos para blog com base em SEO  

–      Produção de textos para campanhas de e-mail marketing   

–      Colaboração com pautas para redes sociais  

Caso o candidato tenha muitas experiências profissionais, priorize as cinco mais relevantes para a vaga. Não é necessário detalhar toda a sua trajetória profissional.  

como-fazer-um-curriculo - cinco pessoas esperando para entrevista de emprego

5 - Personalize seu currículo de acordo com a vaga 

Como mencionamos anteriormente, os recrutadores recebem muitos currículos, sendo essencial economizar nas informações.  

Procure adicionar somente informações relevantes à vaga no seu currículo. Por exemplo:  você está concorrendo a uma vaga de programador em uma empresa de tecnologia. Será que vale a pena mencionar a monitoria que você fez na época da faculdade? Ou o curso de fotografia que você fez no ano passado? Provavelmente não.   

Para outras vagas, essas informações podem ser importantes, mas, para a vaga que mencionamos, esses detalhes serão descartados pelos recrutadores.   

Por isso, é importante sempre personalizar seu currículo de acordo com a vaga. Entenda os requisitos, conheça a empresa e selecione as informações mais importantes que devem ser incluídas.  

6 - Inclua cursos e atividades complementares 

Ganhou algum prêmio durante a faculdade? Fez um intercâmbio? Concluiu recentemente algum curso em sua área? Coloque essas informações em seu currículo.   

Nessa parte, inclua todas as atividades complementares que são relevantes à vaga, como cursos, voluntariados, premiações e intercâmbios 

7 - Mencione seus conhecimentos em idiomas e informática 

Além das experiências profissionais, é interessante colocar no currículo o conhecimento em idiomas e softwares de informática.   

Identifique seu nível de fluência em idiomas como inglês e espanhol —  básico, intermediário, avançado ou fluente  e seu domínio em softwares como pacote office.   

Lembrando que, dependendo da vaga, essas informações podem ser mais ou menos relevantes.  

8 - Evite colocar informações negativas 

O currículo não é o lugar para falar sobre o que você ainda não fez ou o que ainda falta na sua formação. Evite trazer informações negativas que passem insegurança ou desconhecimento no currículo.   

O currículo é o primeiro contato do candidato com a empresa, sendo importante destacar seus pontos fortes. Se for o caso, mencione seu desejo de se especializar na entrevista, onde existe mais tempo para conversar e trocar ideias.  

Conclusão

Neste artigo, explicamos como fazer um currículo, trazendo as principais informações que devem constar nesse documento.   

Seja para um estágio ou uma vaga fixa, o currículo é uma das partes mais importantes de qualquer processo seletivo. Dessa forma, é essencial produzi-lo com atenção e cuidado.   

Se seu currículo for aprovado e você avançar no processo seletivo, confira aqui nosso texto sobre como se portar em uma entrevista de emprego.  

Abaixo, também disponibilizamos um modelo de currículo gratuito para baixar. Desejamos sucesso em sua trajetória profissional! 

New call-to-action

Inscreva-se

New call-to-action
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.
BUY On HUBSPOT