UNIARP-header-blog

Blog do EAD UNIARP

Produtividade e formação universitária: entenda essa relação

Postado em 17 de Apr de 2019

O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, fazendo com que a disputa por uma vaga fique acirrada. Neste contexto, vários profissionais buscam novos conhecimentos e um dos caminhos é o investimento em formação universitária.

De acordo com estudo do IBGE, a remuneração mensal de quem tem nível superior foi de R$ 5.110 no ano passado, já os que têm nível médio ganharam R$ 1.727, fato que evidencia a importância deste título.

Entretanto, é comum ver pessoas que, na ânsia de prosperar com rapidez, ou por enfrentarem dificuldades em ter acesso a uma formação universitária, tentam se aventurar em áreas que não exigem estudo. E, muitas vezes, a esperança vira frustração, porque o sonho do sucesso pode não se concretizar.Sendo assim, investir em formação acadêmica é uma alternativa que pode proporcionar a solidez profissional.

Por isso, vamos mostrar neste post a importância da formação em nível superior e qual é o impacto dela no seu desempenho no mercado de trabalho. Confira!

Qual a relevância do diploma?

Nos processos seletivos, a graduação mostra que o candidato se dedicou para absorver novos conhecimentos em determinada área de interesse. Então, somente o diploma é suficiente para obter sucesso? Com certeza não. Mas ele é um dos pontos principais para alcançar essa meta.

Além disso, a formação em nível superior é a porta de entrada para conseguir outros títulos, como especialização, mestrado e doutorado. Afinal de contas, conhecimento nunca é demais, certo?

Potencializa o crescimento profissional

Investir em curso superior tem muito valor, não só porque reservamos grande parte do nosso tempo para dedicar a uma área que gostamos.

Essa etapa da vida significa muito, pois a graduação nos proporciona abraçar desafios e absorver novos conceitos. Assim, o estudante aprende a vencer dificuldades impostas pela formação universitária.

Além disso, essa é uma etapa que permite conhecer pessoas diferentes, o que aumenta a troca de experiências, proporcionando crescimento dos alunos em vários aspectos.

Aliando teoria e prática

Investir em cursos universitários é importante, mas só eles não garantem uma carreira de destaque. É essencial dedicar um tempo para atividades práticas, como trabalhos voluntários e estágios, pois é comum ver profissionais que se destacaram, não por excelência acadêmica, mas porque adquiriram relevantes experiências ao longo do curso.

 

Por isso, muitas universidades adotam estratégias para que o estudante vivencie situações similares ao que acontece dentro do ambiente de trabalho, com o objetivo de proporcionar uma formação universitária que atenda às exigências do segmento.

Ao mesmo tempo, é sempre bom lembrar que os conceitos teóricos absorvidos na faculdade são importantes e não devem ser desconsiderados. É claro que algumas disciplinas não têm tanta relação com sua realidade profissional, mas em determinados momentos elas terão grande valor.